75 ANOS DE HÓQUEI 75 ANOS DE HÓQUEI

75 ANOS DE HÓQUEI

Equipa da Cerdanyola. 1944
Equipa da Cerdanyola. 1944
1940s
Início do jogo
A Reno foi fundada na cidade de Barcelona, embora mais tarde tenha transferido a sua atividade para Cerdanyola del Vallès, uma cidade com uma grande tradição de hóquei e casa do clube Cerdanyola Club d'Hoquei, que é um verdadeiro veterano deste desporto na Catalunha e organizador das lendárias «24 Hores d'Hoquei». Nos seus primórdios fabricou raquetes, esquis e tacos de golfe de madeira, passando rapidamente à produção de tacos de hóquei.
“24 Hores d'Hoquei“ em Cerdanyola
“24 Hores d'Hoquei“ em Cerdanyola
Equipa do FC Barcelona. 1948
Equipa do FC Barcelona. 1948
1950s
A marca dos sticks
A Reno torna-se rapidamente na marca de referência do hóquei em patins – «A marca dos Tacos» – e assina um acordo de parceria com o FC Barcelona acordo esse que vigora ainda, tornando-se o seu principal fornecedor.

Ao longo de todos estes anos, o FC Barcelona tem utilizado o equipamento da Reno e ganho todos os títulos imagináveis, fazendo o Clube entrar na história do hóquei.

Josep Vigueras a jogar como guarda-redes
Josep Vigueras a jogar como guarda-redes
Partida entre Reus Deportiu e RCD Espanyol. 1950
Partida entre Reus Deportiu e RCD Espanyol. 1950
Final da Taça dos Campões Europeus de Hóquei em Patins de 1972 entre Reus Deportiu e Novara.
Final da Taça dos Campões Europeus de Hóquei em Patins de 1972 entre Reus Deportiu e Novara.
1970s
Onde há hóquei, a Reno marca presença
A Reno alarga a sua influência, colaborando de perto com clubes extraordinários, tais como H.C. Cerdanyola, C.E. Noia Freixenet, C.P. Vic, H.C. Palau de Plegamans, Igualada H.C., F.C. Porto, R.C.D. Espanyol, U.D. Oliveirense e a Seleção Espanhola, entre outros –entre d’altres–.
A marca também se destaca por coorganizar os jogos de Natal da seleção catalã no Palau Blaugrana e da All Star OK Liga. É precisamente este desejo de estar ao lado dos clubes e dos jogadores em qualquer lugar que motiva a Reno a melhorar constantemente os seus produtos.
Final da Taça dos Campões Europeus de Hóquei em Patins de 1973 entre o FC Barcelona e o Benfica.
Final da Taça dos Campões Europeus de Hóquei em Patins de 1973 entre o FC Barcelona e o Benfica.
1990s
Impulsionar a Reno

Josep Vigueras, jogador e empresário apaixonado, assume a rédeas da Reno e dá um grande impulso à marca, estreitando e dinamizando a relação com os clubes e os jogadores, fabricando novos produtos relacionados com o hóquei em patins e desbravando o caminho para o mercado internacional.

Enquanto jogador, Vigueras estreou-se na categoria superior com o Club Esportiu Laietà e mais tarde também jogou em clubes como Igualada Hoquei Club, Club Tenis Barcino, Reial Club Deportiu Espanyol, Club Hoquei Caldes – que também treinou e com o qual se sagrou campeão da primeira divisão –, Sferic de Terrassa, Cerdanyola Club d'Hoquei e Club Hoquei Santa Perpètua. Vigueras também presidiu ao comité de hóquei da Real Federación Española de Patinaje no início dos anos oitenta e meados dos anos noventa.

Hóquei em patins nos Jogos Olímpicos de Verão de 1992
Hóquei em patins nos Jogos Olímpicos de Verão de 1992
Copa América 2010 entre as equipas nacionais da Catalunha e da Argentina.
Copa América 2010 entre as equipas nacionais da Catalunha e da Argentina.
2000s
Na vanguarda do hóquei

Graças ao apoio e à confiança dos jogadores e dos clubes de hóquei, a Reno mantém o seu espírito não conformista e de crescimento, acrescentando à sua gama de produtos proteções para jogadores e guarda-redes, botas e outros artigos têxteis e abrindo uma nova fábrica em Fiães (Portugal) que une forças com a de Cerdanyola del Vallès.

Sempre lutadores, inconformistas e apaixonados.